Conversa com a Old School Jazz Club para 6º Pinheira Musical

No dia de ontem conversei com John Benedit e George de Farias, integrantes da Old School Jazz Club, para saber um pouco mais a respeito do trabalho que fazem. Falamos sobre a escolha por músicas em francês, prevalência de jazz instrumental em nossa região, e muito mais. Leiam abaixo!
 
1) Por que a escolha de também cantar músicas em francês? Tem composições próprias também nesse idioma?
John: Desde o período provençal a França nos tem brindado com música e poesia. Mais recentemente, no inicio do século XX, do encontro de Django Heinhardt com Louis Armstrong, nasceu um belíssimo intercâmbio cultural com versões, traduções e interpretações de canções populares que são um riquíssimo legado para a arte mundial, rompendo fronteiras e desafiando preconceitos. Esses gêneros mestiços: o jazz e o gypsy swing, são uma linguagem riquíssima e um patrimônio musical universal. Old School Jazz Club surgiu desse encantamento que é visitar esse repertório. Alegra-nos ter a oportunidade de compartilhar desse encantamento com nosso publico.
 
George: Todos no Old School têm suas próprias composições, sejam instrumentais ou canções. John Benedit, o principal compositor do grupo, teve em sua trajetória vivências musicais em nível internacional e gosta também de compor em vários idiomas, embora predomine a língua portuguesa entre as peças autorais que interpretamos.
 
2) Em se tratando de jazz, é visto que nossa região tem um prevalência de música instrumental. Onde a Old School Jazz Club se encaixa nesse cenário?
George: Na ocasião em que formamos o grupo já percebíamos uma carência de abordagens de Jazz songs e a predominância de formações puramente instrumentais na cidade. O grupo surgiu não necessariamente para se “encaixar” nessa lacuna, mas pela oportunidade de reunirmos bons músicos, e entre estes, um grande intérprete vocal de canções, que é John Benedit.
 
3) Normalmente vocês se apresentam como quinteto mas para o Pinheira Musical tocarão em formato trio. O que podemos esperar disso?
George: Dentro do trabalho do Old School Jazz Club, temos uma variedade de formações, que se adaptam a variados ambientes e ocasiões. Temos, portanto, neste quinteto de músicos, a possibilidade de tocar com formações variadas: quarteto, trio ou duo, por exemplo; e procuramos manter em todas estas variações de formação a excelência em qualidade sonora e em performance artística.
 
John: Ao público do Pinheira Musical levaremos interpretações de um repertório cuidadosamente selecionado de clássicos da canção mundial. Obras que se eternizaram nas vozes de Chet Baker, Louis Armstrong, Nat King Cole, Frank Sinatra, entre outros. Um show atemporal de canções que marcaram época e que seguem nos encantando.
 
Agende-se:
Pinheira Musical – Old School Jazz Band
Data: 09-09-2017
Abertura da casa: 19:30h
Início da apresentação: 20:30h
Local: Ora Pro Nobis – Espaço Gastronômico (localizado na Praia de Cima no bairro Pinheira de Palhoça-SC)
Valor do Ingresso: R$ 20,00 (Adquiridos na hora)
Informações/Reservas pelo Fone/Whatsapp: 048-99146-3466

Link para o evento no Facebook http://bit.ly/2gLUgfl

 


 

Fotógrafo aficcionado por retratos. Um curioso pela música. Um apaixonado pelo cinema. (contato@bomtom.net)

Leave a Reply